sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Cinema & Afins #44 | Resenha: Star Trek - Sem Fronteiras


A franquia Star Trek é algo muito antigo, criada nos anos 60 e com uma enorme legião de fãs ao redor do mundo de todas as idades. Mas além da famosa série é logico que também temos os filmes, que fizeram grande sucesso. E agora mais um se une a essa grandiosa lista: Star Trek Beyond, que continua a mostrar para essa geração as aventuras do Capitão Kirk e sua tripulação, caso você ainda não tenha assistido, leia e veja se ele lhe chama a atenção.



Logo de cara é visível como os personagens tiveram um grande amadurecimento ao longo dessa franquia, Kirk sendo um líder nato, colocando a vida de sua tripulação acima de sua própria, Sr. Spock, sendo o segundo em comando, ainda vemos ele colocando muito a razão acima da emoção, como todo bom vulcano, mas é possível ver que a convivência com Kirk, Uhura e o resto da tripulação conseguiu despertar sentimentos nele (mesmo que pouco ainda). Nesse filme há mais ação que seus predecessores, com muito mais lutas e tiroteios, tudo construído muito bem entorno da história, que não deixa em nada a desejar, aumentando mais essa mitologia que os novos filmes vem trazendo. O vilão do filme não ficou devendo em nada, continuando achando Khan o melhor vilão dessa franquia, mas Kraal também ficou ótimo, principalmente quando descobrimos as reais motivações dele,. Além dele temos a nova personagem, Jaylah, que particularmente espero ver nos próximos filmes, pois teve um ótima introdução nesse tem chances de ter um grande futuro nos próximos filmes.

Ao longo do filme vemos que a história se foca em três personagens, Capitão Kirk, Spock e Uhura, que estão em lugares diferentes durante boa parte de trama, e ao redor deles vemos os personagens coadjuvantes que tambem não ficam devendo em nada como Leonard Mccoy, o medico da U.S.S Enterprise, Montgomery Scott, o oficial engenheiro da nave, Hikaru Sulu, o piloto da Enterprise e Pavel Checov, o navegador da Enterprise.

O filme está excelente, arrisco a dizer que dos três, esse foi o melhor feito, conseguindo conciliar um ritmo rápido com ação, mas mesmo assim não descaracteriza para os antigos fãs. Uma boa pedida caso você nunca tenha visto nada da série, esses novos filmes são um ótimo começo. Então levante da cadeira e vá para o cinema agora, esse é um filme que vale muito a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário